domingo, 28 de fevereiro de 2010

Tem coisa que só acontece com o DEMo

Bessinha DEM

Organizações Serra perdem o rumo

UOL Lula FHC
As Organizações Serra estão fazendo um esforço hercúleo para mostrar que Lula e FHC são mais ou menos a mesma coisa, PT e PSDB idem. Todo mundo é igual e por isso devemos votar no Serra que é o melhor dos iguais.

Infelizmente não há como apagar dos registros em papel ou na internet que essa mesma organização achava, e acha ainda, FHC um intelectual de primeira linha, um homem preparado e capacitado, com ideias modernas e cercado de gente do mesmo calibre. Já o Lula é um analfabeto vagabundo e bêbado, sem experiência ou competência nem para administrar um boteco. Além disso é chefe de uma quadrilha de ladrões com ideias jurássicas, apoiadores das FARC, do terrorismo e aquele monte infinito de ignorância e preconceito da elite branca paulista.

Se FHC é o mais preparado dos homens, orgulho da nação e Lula um ladrão, analfabeto e bêbado por que esse esforço para dizer que somos todos iguais nessa noite? Se Serra é o mais competente administrador, economista, engenheiro e coisa e tal e Dilma uma terrorista mentirosa, um poste, arrogante, grosseira e tal e coisa por que não ressaltar as DIFERENÇAS?

Fosse eu um estrangeiro e levaria anos para descobrir as razões para esse comportamento esquizofrênico e suicida. Felizmente não sou.

Gráfico das pesquisas do Datafolha

Emprestado do colonista da Folha Fernando Rodrigues. Reclamações sobre direitos autorais com o bispo.

Note-se que o colonista tem a bondade de iniciar o gráfico quando Dilma já tinha 11%. Ela começou com 3% para quem não lembra. Nas primeiras pesquisas Serra tinha muito mais que a soma dos adversários, i.e., ganhava no 1º turno.

Clique nas imagens para AMPLIAR a derrota do Serra
Na minha imodesta opinião Serra, se não desistir, deve crescer nas próximas pesquisas. Seu eleitorado é cerca de 1/3 da população, o pobrema é que a Dilma cresce igualmente no país inteiro, onde já lidera e onde ainda perde.

Não fosse a idade avançada e eu sugeriria ao candidato da direita que concluísse esse desastroso mandato e fosse cuidar de sua vida amorosa, cheia de problemas, e voltasse na próxima eleição com a esperança que o povo já tivesse esquecido de seu desastre na prefeitura e no estado.

Um tijolaço do Brizola Neto na cara do Datafolha

O “rigor estatístico” do Datafolha
Tijolaço.com

Não vou me estender mais sobre os resultados da pesquisa Datafolha divulgada na noite passada, porque ela, embora mostre Dilma em rápida ascensão e Serra em descenso – o que é evidente – continua dando motivos para não ser considerada confiável.

Motivos objetivos, que vou listar a seguir e que não são “achismo”, e motivos subjetivos, como o fato de o jornal ter destinado uma coluna a um “perguntas e respostas” destinado a dar credibilidade ao levantamento.

Perguntas e respostas que levam a outras inúmeras perguntas que, é claro, ficam sem resposta.
A primeira, e mais evidente é o tamanho da amostra, que o Datafolha diz não ser importante, mas sim sua estratificação.

Então, qual a razão de terem feito a pesquisa de dezembro de 2009 com 11.429 pessoas, a de agosto com 4.100 pessoas e a de agora, fevereiro de 2010, com apenas 2.623? Qual é o tamanho confiável para uma amostra de 100 milhões de pessoas com a diversidade que tem a população brasileira?

Vejam que eu não estou dizendo que uma pesquisa não pode ser rigorosa com 2.600 entrevistas. Apenas gostaria de saber porque este número numa pesquisa é multiplicado por dois, na outra por quatro… Pesquisa custa caro demais para dobrar ou triplicar seu custo , como se diz no Rio Grande, assim no más…

A segunda coisa que a Folha diz é que, agora que Dilma encostou em Serra, o empate estatístico entre ambos, devido à margem de erro, “não é bem assim”. Dizem que, para haver o empate, seria preciso que ocorresse – palavras do Datafolha – “a raríssima hipótese” de Serra e Dilma estarem nos limites negativo e positivo da margem de erro.

Aí vem a explicação sobre a margem de erro. Depois de termos passado anos e anos ouvindo que ela poderia fazer com que o candidato tivesse dois (ou três, quatro) pontos a mais ou a menos, agora somos informados de que não é assim e que a margem de erro varia de acordo com o percentual obtido pelo candidato.

Leia o texto completo AQUI

Por falar em ridículo da Folha...

Eu já li uma 3.287 pesquisas do Datafolha e em todas elas quando a diferença entre dois candidatos é igual ou menor que a margem de erro diz-se que há "empate técnico".

Nessa pesquisa A tem 32 e B tem 28, margem de erro 2 para cima ou para baixo. A pode ter 30 e B pode ter 30. Empate técnico? NÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

TODOS os textos da Folha AFIRMARAM que não há empate técnico. Não dá para trazer um especialista em pesquisas e estatísticas para mostrar quando e por que os critérios das pesquisas do Datafolha mudaram?
Datafolha

Folha perde rumo e se afunda no ridículo

Folha de S. Paulo
Como assim, dona Folha? Que rumores são esses?

Que os leitores desse pasquim saibam, a posse do presidente Serra era uma formalidade, ele já estava eleito desde sempre. Mil "especialistas" provaram por a + b que Dilma é um poste e que Lula não consegue transferir muitos votos para o "poste. Então por que é que já haviam rumores, que agora se ampliam, da desistência do presidente-eleito?

A sorte de vocês é que a maioria de seus leitores não conseguem somar 1+1 e não vai cobrar essa mudança esquizofrênica de análise, da mesma forma como não quis nenhuma prova daquela vadia da Receita Federal contra a Dilma, exigiam que a Dilma provasse um não-acontecimento. Exigiram que a acusada provasse que não fez, sem que a acusadora mostrasse nenhum indício de prova de que ela fez.

Folha e leitores da Folha, vocês se merecem.

Folha de S. Paulo

O porcalismo brasileiro

É impossível obter informações nos Globo.com, UOL, Estadão, Veja, Terra e iGs da vida por causa disso: eles dedicam 100% do tempo a especulações idiotas, espetacularização do nada, exploração do sofrimento humano e divulgação de ignorância e superstição.
Um terremoto como o do Chile não ocorrerá no Brasil por motivos similares aos que impedem o Brasil de ter um frio como o da Islândia e erupções vulcânicas como as da Indonésia.

Nesse caso chileno a mídia gastou quase o mesmo espaço com a tragédia que afetou o Chile e com o nada que afetou o Brasil. Divulgaram os "tremores" que chegaram a São Paulo, informações sobre as pessoas que não morreram e o "drama" da mulher que por falta de avião sairá do Chile de ônibus. Notícia que é bom nada, só o tradicional Ctrl+C Ctrl+V de declarações oficiais.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Leia o UOL e desaprenda o que sabe

UOL terremoto Chile
O terremoto do Chile ocorreu a 320 Km da única grande concentração metropolitana do país. Se tivesse ocorrido em condições parecidas com as do Haiti teria destruído Santiago e matado centenas de milhares de pessoas. Se tivesse ocorrido em Los Angeles não existiria mais Los Angeles. Um milhão de mortos é uma estimativa otimista. A cidade inteira teria que ser reconstruída do chão, mesmo o que ficasse em pé não seria mais confiável.

O fato do Haiti ser e pobre e despreparado aumentou a tragédia, mas nada conteria um terremoto nessa escala ocorrendo a poucos quilômetros de uma grande cidade. Fosse o Haiti mais rico e preparado morreriam "só" uns 150 mil ao invés de 300 mil.

O UOL mente e desinforma. Hoje para obter informações sobre o ocorrido no Chile tive que consultar a CNN e sites americanos. Todos os jornais, rádio, TVs e portais de internet brasileiro somados informaram menos que 5 minutos assistindo a CNN. E não estou elogiando a CNN, eles só fazem o trabalho deles, ao invés de bêbados, caloteiros e lobbistas eles têm jornalistas e convidam especialistas para explicar acontecimentos importantes .

Mapa abaixo da BBC. Tentem imaginar o que aconteceria se o epicentro fosse 300 Km ao norte com os mais de 6 milhões de habitantes da região entre Santiago e Valparaíso.


Clique na imagem para AMPLIAR
Terremoto Chile BBC

Terremoto chileno causa minúsculo tsunami no Havaí


Serra inaugura ciclovia

Ciclovia SP

Cosmos - Episódio 04 - Céu e Inferno

Episódio 4: Céu e Inferno .

Em 1908, na Sibéria, uma explosão misteriosa abalou a paisagem, projetando árvores a milhares de quilômetros de distância e produzindo um som que se ouviu em todo o mundo. Teria uma nave espacial extraterrestre sofrido um acidente nuclear? Carl Sagan examina os testemunhos e conclui que a Terra foi atingida por um pequeno cometa. Um modelo do sistema solar demonstra a possibilidade de outros planetas terem sofrido impactos semelhantes. Tal como Immanuel Velikovsky proclamava, teria o planeta Vênus sido já um cometa gigante? O Dr. Sagan conclui que não, que as provas não confirmam a afirmação. Embarcamos numa viagem descendente através da atmosfera infernal de Vênus, para explorar a superfície de braseira, atingida esta pelo chamado efeito de estufa. O destino de Vênus pode ser uma história de alerta para o nosso mundo. O Dr. Sagan lança um aviso sensato para que sejam tomadas medidas de proteção do frágil planeta azul, a Terra.

Noblat preso!

Segundo o próprio:

Estou preso em um hotel de São Paulo.

Se quiser deixá-lo agora ou daqui a algumas horas serei impedido. E se insistir chamarão a polícia.

Sabe de quem é a culpa?

Do cartão de crédito Itaú Personnalité Visa.

Ao tentar pagar com ele uma conta de restaurante, ontem à noite, o maitre me avisou que o cartão estava bloqueado.

A credibilidade do cidadão é igual ao do jornalista. Eu, euzinho, tenho cartão da Caixa Federal e da Nossa Caixa, além do Visa, Mastercard e American Express. Nunca passaria esse ridículo por causa de UM cartão. Talvez a culpa não seja do Itaú, talvez no cartão esteja escrito "Ricardo José Delgado" sem o "Noblat", como já aconteceu em outro episódio.

Pesquisa Datafolha mostra Dilma e Serra na "margem de erro"

Como o saudoso Ulysses Guimarães dizia que a "margem de erro" dos institutos era na verdade a margem de lucro deles suspeita-se que Serra já era. Podem encomendar outro porque esse já foi.

Esperava-se que a campanha na TV começasse com Serra em razoável vantagem, mas o Vampiro só engana os paulistas e a disputa está 32 x 28, com margem de lucro de 2, ou seja Dilma e Serra podem estar com 30%. E isso segundo o instituto cujo dono dizia que não iria morrer sem ver Serra presidente. Morreu e nem o filho dele nem ninguém vai ver essa desgraça.

Dilma, segundo o Datafolha, passou de 23 para 28% e o Zé Alagão de 37 para 32%. Bye-bye Serra.

Brasil sob risco de bolha

FMI Bolha no Brasil

Governo Lula censura capa de revista MAD

Furo do Cloaca News:

Revista MAD censurada

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Esporte é saúde

Jogadoras canadenses comemoram medalha de ouro
Alex Livesey/AFP

Marie-Philip Poulin e Tessa Bonhomme, do hóquei no gelo, na comemoração do ouro olímpico com, cerveja e charutos, ainda na pista de gelo, ao lado dos aros olímpicos.

Jovens israelenses sonham tornar-se assassinos

Da BBC

Depois do assassinato em Dubai do líder do Hamas Mahmoud Al-Mabhouh, atribuído ao serviço secreto de Israel, o Mossad, aumentou em Israel a procura de jovens por trabalho na organização, indicando que o serviço secreto "virou moda" no país. De acordo com o jornal de maior tiragem em Israel, o Yediot Ahronot, desde a publicação do incidente em janeiro e a ampla divulgação de fotos e informações sobre supostos agentes do Mossad, cresceu o número de israelenses que enviou seu currículo para o site de vagas no serviço secreto.

A cobertura extensa do incidente, tanto na imprensa local como na internacional, acendeu a imaginação de jovens que procuram um trabalho "interessante, inusitado e desafiador", de acordo com o jornal.

O jornal cita jovens que, depois de lerem as informações sobre o assassinato, "correram para o computador" para se registrar no departamento de recursos humanos do serviço de espionagem.
Meninas palestinas choram durante funeral

Como vieram ao mundo

Igreja americana acha que roupas são opcionais, mais ou menos como honestidade para o DEM.

Nudismo não me incomoda em termos de moral ou ética, mas sim de estética. Ao contrário dos tigres, cavalos, gatos e inúmeros outros animais, nós somos muito feios. Mesmo comparando com animais pouco atrativos como ratos e tartarugas nós perdemos feio.

D'Os Dionisíacos:

Vivendo e aprendendo

Existe um grupo de pessoas no mundo que pensam saber inglês e sonham em receber meu dinheiro. Esse caso abaixo parecia enquadrar-se no padrão, mas eu me enganei: existe esse "side with", é um dos tais "phrasal verbs", coisa que nem sei se deve ser traduzida por "verbos frasais", afinal isso não existe em português, mas é a coisa mais importante e difícil de se aprender no inglês. "Side with" é apoiar alguém, tomar partido numa disputa.

Felizmente os americanos, estudantes ou banqueiros, não me interessam em nada e não vai ser dessa vez que vão levar meu dinheiro. Quantos séculos serão necessários para eles descobrirem as desvantagens do sistema político de partido único? Não estão satisfeitos com o Obama? Votem na chapa Palin/Limbaugh que melhora! Yes, You Can!!
USA students and bankers

O maior temor do homem

Temores do Homem
Não, eu não quero discutir a ereção. Quero discutir o uso de palavras com um sentido tão amplo que não se aplicam a ninguém. Que "homem" é esse da pesquisa? É jovem, adulto ou velho? É miserável, pobre, classe média, rico ou milionário? De que região, etnia ou religião? Que grau de cultura ele tem?

Ele não é ninguém, isso é uma média dos temores abstratos de indivíduos totalmente diferentes. A única coisa certa é que são do gênero masculino, de resto não se sabe mais nada. Será que os temores do homem jovem, rico, branco, católico de Santa Catarina são os mesmos do homem velho, pobre, negro, umbandista da Bahia? Os negros, ricos ou pobres, se preocupam mais com a ereção do que com a discriminação? Os evangélicos e ateus têm os mesmos temores?

Geralmente as pessoas são criticadas por usar palavras como "povo" ou "trabalhador", mas "homem" e "mulher" são designações muito mais imprecisas que essas. Alguém lembra do Emerson Fittipaldi falando nos EUA que a mulher brasileira vive muito bem porque todas têm empregadas? As empregadas, aparentemente, não seriam mulheres. Chimpanzés ou robôs, talvez. Quando alguém diz que o "público feminino" prefere isso ou aquilo está se referindo a quem?

As pesquisas "de verdade" não tratam de seres abstratos, quando o fabricante de sabão em pó quer saber a opinião de seus clientes não sai às ruas perguntando a todos os grupos e classes sociais o que eles querem do sabão. O fabricante pesquisa primeiro quem é que compra e quem usa para depois saber por que eles fazem isso. Não adianta perguntar para mim, eu não compro sabão em pó, minha opinião não interessa. Os fabricantes de carro também. A Ferrari não quer minha opinião sobre os carros dela porque eu não tenho dinheiro para comprá-los.

Claro que alguém poderia dizer que assim ficaria muito difícil fazer pesquisas, mas é assim que a vida, a sociedade e o mundo são. Complexos, difíceis, cheios de detalhes. E é nos detalhes que está o Diabo.

Por quem chora Hillary Clinton?

Mrs Clinton
Por Gilson Caroni Filho - do Rio de Janeiro

A morte do preso político cubano Orlando Zapata, que permaneceu em greve de fome durante 85 dias, deflagrou uma série de protestos de governos e organizações de defesa dos direitos humanos na Europa e nos Estados Unidos. Hillary Clinton, falando ao Senado, declarou estar “profundamente consternada por seu martírio em defesa de seus direitos e para alertar sobre a situação e a opressão dos presos políticos em Cuba". Faltou algo no lamento da secretária de Estado norte-americana. E essa incompletude advém da impossibilidade de analisar fenômenos políticos sem a aplicação concreta da relação dialética entre o universal e o concreto.

Se por direitos humanos entendemos princípios inalienáveis que objetivam resguardar os valores fundamentais da pessoa humana, ou seja, direitos que procuram assegurar a solidariedade, a igualdade, a fraternidade, a liberdade e a dignidade do individuo, como efetivá-los em uma ordem internacional hegemonizada pelo capital que o define como absoluto abstrato? E que, ao fazê-lo, nega a esse mesmo indivíduo a sua realidade concreta, a possibilidade de pensar seus problemas, angústias e desventuras como algo exterior aos ditames da lei do valor. A questão que se coloca é quanto à compatibilidade entre capitalismo e direitos humanos. Talvez esteja nesse ponto a precisão das palavras do presidente cubano, Raul Castro, que atribuiu a morte de Zapata “ao confronto que temos com os Estados Unidos"

Como destacou o jornalista Sérgio Augusto, em memorável artigo para Encontros com a Civilização Brasileira (agosto, 1978) "ficou difícil acreditar na bondade dos (norte-)americanos depois das 159 intervenções armadas levadas a cabo pelos EUA, antes de 1945, e no pós-guerra, na Coreia, na República Dominicana, no Vietnã - sem contar os golpes que incentivaram no Líbano, na Guatemala, no Irã, na Turquia, na Grécia, na Argentina, em Myanmar, na Indonésia, em Gana, no Chile, no Brasil, etc. Sempre, é claro, com os mais elevados propósitos, como não se cansa de difundir a inseparável máquina de propaganda do "Mundo Livre", na qual sobressaem a grande imprensa, dita liberal e isenta e as agências transnacionais de notícias com a assessoria ocasional da CIA".

Passados 38 anos da publicação, não é difícil atualizar os números do texto, dada a manutenção dos métodos. A prática tradicional da política externa norte-americana continua ignorando violações de direitos em ditaduras consideradas vitais para seus interesses estratégicos.

Se a oposição à tortura, à pena de morte e à prisão por questões de consciência constitui um programa capaz de unificar atores de orientações políticas distintas e diferentes procedências geográficas, não se pode ignorar que todos os países contêm, dentro dos seus sistemas sociais, contradições que, ao criar tensões, se traduzem em transgressões aos direitos humanos. Os Estados Unidos, recordistas na aplicação da pena de morte, mantêm presos, desde 1998, cinco cubanos, radicados em território norte-americanos, sob acusação de espionagem.

Antonio Guerrero, Fernando González, Geraldo Hernández, Rafael Labañino e René González estão detidos sem que nenhum tipo de crime tenham cometido. Permanecem aprisionados por monitorar atos de grupos terroristas instalados em Miami. Por eles, Hillary Clinton não fica "profundamente consternada". Muito menos pelos 188 homens ainda detidos em Guantánamo sem acusação, julgamento ou qualquer tipo de amparo judicial.

Permanece atual o relatório da Anistia Internacional de 2005. Sob o pretexto de combater o terror, o governo estadunidense se dedicou a fundo para restringir as regras da Convenção de Genebra, terceirizando a tortura. Na introdução, o documento é categórico: ”Quando o país mais poderoso do mundo se burla do Estado de direito e dos direitos humanos, está dando permissão para que outros países cometam abusos com impunidade e audácia". Melhor, impossível.

Gilson Caroni Filho é professor de Sociologia das Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha), no Rio de Janeiro, colunista da Carta Maior e colaborador do Correio do Brasil e do Jornal do Brasil

Não vá o Zapatero além dos sapatos

Para quem acha que eu sou um mané veja a opinião fina, culta e letrada de um dos maiores cronistas, talvez o maior, que o Brasil já teve abaixo. Basicamente ele diz a mesma coisa que eu ao governo espanhol: "vão cuidar do problema basco, seu bando de fascistas recém saídos das cavernas!" A Espanha "exigir" liberdade para os cubanos é como a Arábia Saudita exigir tolerância religiosa ou os americanos exigirem não-intervenção nos assuntos alheios.

O impasse em Cuba e a arrogância de Madri
Mauro Santayana

Em "Iogue e o Comissário", Arthur Koestler discute o problema da desigualdade entre os homens e as teorias para combatê-la. O iogue – ideia que resume o humanismo de fundo ético – busca ajustar o coração do homem, lavá-lo das crostas do egoísmo, torná-lo limpo como o dos santos, para que o mundo volte a ser o paraíso. Os comissários, agentes políticos da esquerda, pensam de forma contrária: só com a mudança total da sociedade, mediante a ditadura dos oprimidos, os homens aprenderão a ser solidários.

As ideias revolucionárias de liberdade, igualdade e fraternidade surgem sempre com o iogue. Foram ideias rousseaunianas que derrubaram a Bastilha, depois de armar a guilhotina, que decapitou o rei e a rainha. A mesma lâmina cortou depois os pescoços dos iogues e comissários de 1792 e 1793, Danton, Robespierre, Saint-Just. Seja como for, há um terceiro caminho, mais seguro, para melhorar a sociedade e o homem: o paciente exercício da política.

A Ilha é um dos casos mais dramáticos de luta histórica pela autonomia política. Os espanhóis a mantiveram sob mão de ferro até que, vencidos pelos norte-americanos, entregaram-na ao destino de canavial e lupanar dos novos senhores, sob tiranetes que Washington sustentava e destituía, conforme interesses ocasionais. A Revolução de 1959, embora seu matiz esquerdista, não propunha aventuras radicais, mesmo contando com o iogue e comissário unidos na personalidade de Guevara. Seu objetivo inicial foi o saneamento imediato da ilha, com o julgamento implacável dos rufiões e criminosos do governo de Fulgencio Batista, e a independência econômica e política do país – submetido à tutela de Washington, desde a ocupação militar em 1898, e a Emenda Platt, de 1901. Quando Castro anunciou a nacionalização do refino do petróleo, a reação dos Estados Unidos não lhe deixou outro caminho que não o de buscar a ajuda soviética. O bloqueio posterior agravou a situação.

Por mais defendamos os êxitos sociais de Cuba e o seu direito à autodeterminação, o sistema envelheceu, e cresce a insatisfação interna. Nem por isso devemos aplaudir a histeria norte-americana e europeia diante da morte do opositor Zapata, que estava em greve de fome. O governo cubano, preocupado em deter a oposição, incentivada desde Miami, manteve-se duro e surdo, diante de uma morte praticamente anunciada. O governo de Havana poderia ter libertado o prisioneiro e, mesmo como medida arbitrária, negociado o seu exílio. Enfrentaria, é certo, o show da imprensa internacional no endeusamento do herói da resistência, o que seria muito mais cômodo do que enfrentar a santificação do mártir.

Os espanhóis se esmeram na hipocrisia. Eles extinguiram os índios caribenhos e, em 1512, queimaram vivo o cacique taino Hatuey, que defendia a liberdade de seus povos. Mantiveram a colônia sob o jugo de seus señoritos durante 400 anos, com o terror e a ignorância. E tivemos em pleno século 20 os anos de franquismo, com a repressão contra os trabalhadores e intelectuais, o “garrote vil” e o fuzilamento sumário, não só durante o confronto de 1936-39 mas até os momentos finais do regime, em 1974 e 1975. Se há um povo, como povo, vítima preferencial do franquismo e da teimosia remanescente de Madri, é o basco – que já vivia nos Pireneus antes que os romanos e celtas chegassem. O que os franquistas fizeram, ao pedir aos alemães que bombardeassem sua cidade sagrada de Guernica, é um dos mais bárbaros crimes contra a Humanidade. Os bascos continuam lutando pela sua independência, sem que os espanhóis se disponham a negociar solução histórica para o problema.

O regime cubano se renova, na aceitação da atividade política republicana, ou corre o risco de fim melancólico. Mas as suas dificuldades não autorizam aos dirigentes espanhóis e americanos o tom arrogante e imperial em exigir de Havana a liberdade dos presos políticos. Antes disso, que soltem os seus, os muçulmanos que se encontram em Guantánamo, território cubano, e os bascos das prisões espanholas.

Como algozes históricos de Cuba, não têm autoridade moral para exprobrar o seu governo.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

DEM diz que Lula envergonha o Brasil

Jesus que chora mel atrai malucos que acreditam em qualquer coisa

Se quiser ler a bobagem inteira está AQUI

Uma apresentação gratuita do grande guitarrista Stanley Jordan atraiu 17 pessoas em São Paulo, mas o Jesus que chora mel atrai 500 por dia. E tem gente que não entende como o Clodovil teve 493.951 votos para deputado nessa terra abençoada por Deus e feia por natureza.




Aprenda astronomia com o UOL

UOL PorcalismoPor favor não me digam que essa é uma linguagem apropriada para leigos, a não ser que "leigo" seja sinônimo de imbecil.

A estrela está engordando o planeta e depois vai abatê-lo e devorá-lo?

Que garantia alguém tem que o UOL não faz a mesma coisa com economia e política, ou seja, trata o leitor como um imbecil incapaz de entender o que seus jornalistas geniais, todos com PhD no MIT, escrevem e por isso diz que o país está em recessão quando não está, que um spam é "documento" e assim por diante?

P.S.: Ainda bem que é "Fora do sistema solar", se fosse "dentro" nós estaríamos f@did@s, não?

O puteiro de Ciro Gomes e Tasso Jereissati

Zapatero "exige" liberdade em Cuba

Sapateiro espanhol
Já sobre a liberdade da Terra Basca o FDP não tem nada a declarar. Os bascos que lutam pela liberdade de sua terra são presos e chamados de criminosos terroristas, mas os cubanos são "dissidentes" que lutam pela liberdade.

Se você acha que algum dia os bascos foram ou serão espanhóis leia isso:
'Egunkaria auzia'-ri buruzko mozioa adostea lortu dute PSEk eta Aralarrek

Gaur arratsaldean eztabaidatuko dut Eusko Legebiltzarrean, eta, EAJren eta EBren babesa ere ziurtatuta dauka. EAk, ordea, ez du hala egingo, agiria behar baino ahulagoa dela iritzita. PSE-EEk, ohar baten bidez, auzipetuak absolbitzearen alde egin zuen atzo, ez delako frogatu 'Egunkaria'-k ETArekin harremanik zuela.
Entendeu alguma coisa? Pois é, esse é o idioma basco, povo colonizado pelos espanhóis. Aqueles mesmos que saquearam a América Latina e cometeram vários genocídios, os mais entusiasmados católicos da Inquisição e que até outro dia eram um país fascista e têm um rei até hoje.

Os espanhóis têm muito a ensinar sobre opressão, já que essa foi a principal atividade de toda sua história. Oprimir outros povos e combater a liberdade em seu próprio país

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”

Raramente a verdade é agradável...

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Pague seu IPVA em dia

IPVA SP

Um filho da ditadura argentina

Pai e filho se encontram depois de 32 anos.

Um argentino cuja mulher foi presa pelo regime militar quando estava grávida de quatro meses finalmente conheceu seu filho, depois de 32 anos.

Abel Madariaga, que é secretário da organização Avós da Praça de Maio, fugiu para o exílio assim que a mulher foi levada, mas ao voltar à Argentina, dedicou sua vida procurando notícias dela e do bebê.

Na semana passada, um teste de DNA realizado em um jovem que procurou ajuda da entidade após ter descoberto que havia sido adotado revelou que ele era o filho desaparecido de Madariaga.

O encontro entre pai e filho ocorreu na terça-feira, em Buenos Aires.

‘Vazio’

“Ele se parece com a mãe, mas o coitadinho infelizmente herdou uns traços meus”, brincou Madariaga. “Assim que entrou pela porta, nos reconhecemos imediatamente”.

O rapaz, Francisco, disse sentir que recuperou sua identidade. “Eu sentia um vazio muito grande, que agora desapareceu”, afirmou.

Segundo o grupo Avós da Praça de Maio, o oficial do Exército que tinha levado Francisco para casa foi preso na última sexta-feira.

O grupo já encontrou cem jovens que nasceram na prisão de mães perseguidas pelo regime militar e foram criados por famílias de militares.

Por que? Porque sim!

Ecoburrice

É um raciocínio genial: se o "mercado" pagar o preço "justo" pode destruir o meio ambiente à vontade, não é? Depois com o lucro a gente compra outro.

Difícil explicar para essa gente o que é "finito".
O levantamento dá fôlego à preocupação crescente de que o mercado realmente não paga nada pelo uso, pelas perdas e esgotamento a que a atividade econômica diariamente submete o meio ambiente. E avisa: esses impactos já estão tomando proporção de crise, em forma de poluição e da perda rápida de reservas de água, estoques pesqueiro e solos férteis.

Cachorro recebe medalha por ação no Afeganistão

Blair

Reaça do dia 24/02

Como vocês sabem é muito importante ter controle de nossos impulsos, principalmente os mais primitivos. Eu lutei bravamente contra meus instintos e não chamei de "Burraça do dia" essa postagem, afinal seria muita grosseria de minha parte, não?

Bem vamos lá, existe um lugar chamado jornalistas.blog.br que oferece um espaço para as pessoas exporem sua ignorância opinião. Hoje trataremos do caso da dona Vivian Lourenço, minha quase vizinha. Ela é jornalista formada, coisa inútil já que é uma profissão sem pré-requisitos, e escreveu uma tese de conclusão do curso chamada "O fenômeno Mamonas Assassinas: A construção do mito na sociedade contemporânea".

Em seu espaço a dona Vivian aparentemente quis comparar os programas eleitorais e a campanha de Serra e Dilma, coisa fisicamente impossível de ser feita por motivos que até o mundo mineral sabe, mas ela fez esse esforço e tratou as propostas do PT como se fossem as propostas de um eventual governo Dilma. Aparentemente a moça não ouviu nem leu a parte em que a Dilma diz e repete que o governo atual não é do PT, é de uma coligação, e o eventual governo dela também será. Não será o governo do PT, partido que não tem votos suficientes para governar sozinho ou em aliança só com a esquerda, será uma coligação que inclui o PT, outros partidos de esquerda e partidos e setores de partidos de DIREITA. Isso é absolutamente fundamental para falar qualquer coisa sobre um provável governo Dilma, mas a dona Vivian não sabe disso. Uma pena.

Deixando esses fatos fundamentais de lado a indigitada comenta cinco pontos do "programa" de Dilma de forma superficial, preconceituosa e sem qualquer dado sério. É um achismo só.

Ponto 1 - Combate ao monopólio dos meios de comunicação. Muita calma nessa hora. Alguém concorda que há monopólio?
Dona Vivian, se há monopólios ou não, não é questão de concordar ou achar, é questão de analisar os meios de comunicação e ver quantas empresas existem, quanto do mercado elas têm e constatar a existência ou não de monopólio. Não é questão de calma nem de concordância. Como a senhora, que é jornalista, não se preocupou em oferecer uma informação que fosse aos seus leitores não serei eu a perder meu tempo constatando o óbvio. AQUI temos um documentário bem didático e com números para quem estiver intessado.

Ponto 2 - Cobrança de impostos sobre grandes fortunas. O que eu entendo por isso? Simples, vamos nivelar todo mundo por baixo – será que os políticos também pagarão esse imposto? E onde esse imposto será aplicado? A desculpa do PT é que só pobre paga imposto. Bom, pelo que eu entendo e sei, quanto mais se ganha mais taxas se paga. Mas parece que eu entendi errado. Vamos todos ser pobres e ver mais uma vez o pouco de dinheiro suado que ganhamos indo para o bolso dos políticos.
Dona Vivian, "Fortuna" é soma vultosa de dinheiro. "Grande fortuna" é uma quantidade extraordinária de riqueza. Interessante a senhora achar que é "desculpa" dizer que só pobre paga imposto e opor-se a um imposto específico para BILIONÁRIOS. Se a senhora estivesse incluída nesse grupo, com todo respeito, não estaria escrevendo bobagem de graça por aí. Seu sobrenome não é Gerdau, Ermírio de Morais ou similar e portanto não será gente como senhora a pagar imposto sobre "GRANDES FORTUNAS". De resto note-se a ausência de qualquer argumentação econômica, é "O que eu entendo por isso?" Não interessa o que a senhora entende por isso, a senhora não é candidata a presidente e mostra-se incapaz de entender propostas de quem é.

Ponto 3 - Esse ponto é tão ridículo que nem vou comentar, ele é auto-ridicularizante: 3 - Plano Nacional de Direitos Humanos e apoio à Comissão da Verdade. O que eu gosto desse plano de Direitos Humanos é a descriminalização do aborto; finalmente as mulheres podem ter uma escolha e diminuir assim o número de crianças necessitadas do nosso país; uma medida acertada e mais do que na hora. Há nesse plano ainda o controle das informações da mídia, traduzindo, CENSURA; controle de informação é, e sempre será censura. Comissão da Verdade: querem julgar crimes da ditadura? Julguemos desde que todos, incondicionalmente sejam julgados. Mas isso não vai acontecer e mais uma vez uma minoria vai pagar pela culpa da maioria.

Ponto 4 - Jornada de trabalho de 40 horas semanais sem redução do salário. Confesso que essa foi a piada da vez. Com tantos feriados, tantas desculpas para não ir ao trabalho e o governo quer diminuir ainda mais a jornada de trabalho e ainda sem redução de salário? O que o governo quer falir as empresas, baixar a produtividade e a oferta de produtos? Só pode ser isso. Nada mais do que uma medida populista para agradar a classe baixa da população que pensa que isso realmente vai acontecer; agrada àqueles que sempre sonharam em ganhar sem trabalhar.

Eu sei que aí de Jundiaí, eu nasci em Jundiaí, é difícil imaginar, mas acredite-me dona Vivian, existem países que já fizeram isso há muito tempo e vivem muito bem. A economia deles é muito mais eficiente que a nossa. Os pobrezinhos dos banqueiros e empresários não morreram de fome e os pobres não viraram um monte de vagabundos ganhando sem trabalhar.

Ponto 5 - A Grande Transformação
O ponto 5 é de uma estupidez tal que não vou reproduzir e nem comentar. Causa-me, realmente, pena. Quem quiser ler essa coisa deprimente leia AQUI

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Pedida a internação de Kassab

Prefeito apresenta sinais de delírio paranóico
Kassab louco
O delírio é uma síndrome constituída por um conjunto de idéias mórbidas que traduzem uma alteração fundamental do juízo, no qual o doente crê com uma convicção inabalável.

No delírio, os mecanismos associativos do indivíduo desviam-se da realidade ou da lógica, podendo conduzir a juízos e raciocínios anormais, levando à produção de alucinações, percepções delirantes e idéias delirantes. Ou seja, conteúdos irreais que se impõem a este indivíduo com uma convicção inabalável.

A idéia delirante é uma representação morbidamente falseada, cuja demonstração não se pode comprovar. Esta idéia, ou conjunto de ideias, não é acessível ao raciocínio e argumentação lógica nem é modificada pelo confronto com a realidade.

O delírio, ou conjunto de ideias delirantes, obriga com frequência ao recurso a meios especializados e mesmo ao internamento psiquiátrico. Apesar de ainda não ser bem conhecida a etiologia bioquímica do delírio existem medicamentos que controlam eficazmente e na maioria dos casos este sintoma.

Os pecados da bispa

Pior que dirigir bêbada é a bispa não ter lido a Bíblia. Se leu não entendeu. Para quem não sabe quem criou a igreja cristã, que mais de mil anos depois se dividiria em católicos e protestantes, foi o Sr. Paulo de Tarso, antes conhecido como Saulo.

Segundo a Wikipédia:
O apóstolo Paulo de Tarso, cujo nome original era Sha'ul ("Saulo") (Tarso, c. 9 — Roma, c. 64) é considerado por muitos cristãos como o mais importante discípulo de Jesus ("Yeshua") e, depois de Jesus, a figura mais importante no desenvolvimento do Cristianismo nascente.

Educado em duas culturas (grega e judaica), Paulo fez muito pela difusão do Cristianismo entre os gentios e é considerado uma das principais fontes da doutrina da Igreja. As suas Epístolas formam uma secção fundamental do Novo Testamento. Alguns afirmam que ele foi quem verdadeiramente transformou o cristianismo numa nova religião, e não mais uma seita do Judaísmo.
Onde é que eu estava mesmo? Ah, sim. Paulo criou a igreja cristã, suas cartas (epístolas) são uma seção fundamental do novo testamento e numa das mais famosas delas ele escreveu isso:
Paulo (chamado apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus)
1 Coríntios 14

34 As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei.
35 E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja.
É meninas, a Bíblia é a palavra de Deus e a Bíblia diz através de um de seus mais importantes personagens que mulheres não podem ser pastoras, bispas ou similares. Ouçam com atenção e respeito o que dizem os homens ou fundem um nova religião.

Argumentar que os tempos mudaram e isso se aplicava somente àquela época é jogar a Bíblia inteira no lixo. Se a palavra inspirada de (ou por) Deus muda com o passar do tempo as escrituras não passam de ficção, no máximo inspiração. E aí cada um acha o que quiser e ninguém é de ninguém.

Líder protestante alemã admite ter dirigido embriagada

Margot Kaessmann tornou-se a mais jovem bispa alemã em 1999

A líder da Igreja Protestante alemã, bispa Margot Kaessmann, admitiu ter dirigido embriagada após ter sido flagrada cruzando um sinal vermelho na cidade de Hannover no último sábado.

Kaessmann, nomeada como a primeira mulher chefe da Igreja Evangélica Alemã (DEK, na sigla alemã) no ano passado, foi detida pela polícia no fim de semana, logo após o incidente, em um estado "completamente inapropriado para dirigir", segundo as autoridades.

"Estou chocada comigo mesmo por ter cometido um erro tão grave", disse a bispa ao jornal Bild.

"Sei dos perigos causados por dirigir alcoolizada e obviamente vou assumir as consequências legais", acrescentou.

Qual a profissão do seu pai?

Eu estou meio velho para falar em pai, ou mãe, mas se fosse criança, meu pai jornalista e me perguntassem em público o que ele faz eu preferiria dizer traficante, garoto de programa, advogado, consultor, deputado do DEM...qualquer coisa menos jornalista.

O custo do telefone fixo no Brasil EM UM ANO caiu 63% e do celular 25%. Qual seria a manchete óbvia?

Se você tivesse um tumor e ele diminuísse 63% como será que o médico te avisaria? ▬Lamento informar, mas...

Reporcagem do Estadão

A "Grã-Bretanha" e as Malvinas

Poodle americano
A "Grã-Bretanha", apelido da Inglaterra e suas colônias Gales, Escócia e Irlanda do Norte, é uma espécie de DEM do mundo: já foi grande, poderoso e importante, mas hoje se conseguir ficar vivo e fora da cadeia já está no lucro.

O "necessário" para o poodle inglês é que seu proprietário americano mantenha seu apoio incondicional. Sem o apoio americano a Inglaterra não consegue "defender" nem Londres.

Discutir a quem pertencem as Ilhas Malvinas é ridículo. Olhem no mapa.
Argentina Malvinas, Inglaterra Falklands

Um presente milionário para vocês

Exemplar de revista de estreia do Superman é vendido por US$ 1 milhão
Cópia da ‘Action comics’ Nº1 foi negociada em site de leilões.
Em 2009, outro exemplar havia sido vendido por US$ 317 mil.
Da AP

Uma cópia rara da primeira revista em quadrinhos com uma história do personagem Superman foi vendida por US$ 1 milhão, acabando com um recorde estabelecido em 2009.

O exemplar vendido na manhã desta segunda-feira (22) é uma edição de 1938 da “Action comics” Nº 1, considerado o “cálice sagrado” dos colecionadores de quadrinhos. A capa traz Superman erguendo um carro e custava originalmente dez centavos.
-------------------
Baixe AQUI de graça, ou de grátis, como eu prefiro dizer.

Desequilíbrio e doença

Não vou nem contar a história do sujeito que podia escolher entre a "pequena sacanagem" e a "grande sacanagem" e se deu muito mal. Só de pensar em quantas cartas do Estadão e da Folha eu li em busca de idiotices ao invés de ler o caderno "equilíbrio e saúde" da Folha me deixa doente, talvez seja caso de pedir uma indenização à Folha.
Folha equilíbrio e saúde
Depois de ler essa notícia o problema de insônia está resolvido: basta ir até a "pensar" numa praia. A mais próxima da minha casa fica a uns 100 Km, mas é melhor "pensar" nela que passar a noite em claro, não?

Derrubado mito inexistente

Sutiã e câncer
De acordo com o Teorema de Paulo Francis a possibilidade de existir um mito idiota circulando pela internet e eu nunca ter ouvido falar é zero.

Eu tenho acesso à internet desde 1.995, 15 anos. Eu já recebi todas idiotices do mundo várias vezes. A pseudo-ficha da Dilma eu já tinha recebido umas 10 vezes quando aquele pasquim vagabundo publicou como se fosse notícia. Não passa um dia sem que eu receba uma proposta de receber milhões de dólares ou euros ou libras. Eu sou premiado pela loteria britânica dia sim, dia não.

Todos as bobagens sobre celulares, tubarões e jacarés do mundo eu já li 50 vezes. Eu sei tudo sobre a conspiração mundial dos iluminatti, dos reptilianos, dos maçons, do príncipe Charles. Eu sei que a AIDS e a gripe suína ou não existem ou foram criadas em laboratório. Eu sei que o terremoto do Haiti foi provocado pelos EUA. Eu sei que Fanta causa câncer assim como a Coca-cola zero. Eu sei que jamais, em toda a história brasileira, alguém importante morreu naturalmente, todos foram assassinados por "eles".

Mas eu não sei nada sobre sutiã causar câncer e portanto isso não existe. Q.E.D.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Pela centésima vez

Comissão do Parlamento britânico diz que remédio homeopático não funciona
Homeopatia custa aos cofres públicos da Grã-Bretanha R$ 500 mil por ano.
Terapia, considerada sem eficácia, foi criada por médico alemão no séc. 18.
Do G1

O Parlamento da Grã-Bretanha anunciou nesta segunda-feira (22) o resultado da análise de eficácia de remédios homeopáticos.

O relatório da comssão de ciência e tecnologia do parlamento britânico afirma que os remédios homeopáticos são tão eficazes quanto placebo - substância sem ação, geralmente receitada por alguns médicos apenas para criar efeito psicológico nos pacientes.

A comissão concluiu que as explicações científicas para a homeopatia não são convincentes e recomendou que o governo britânico pare imediatamente de oferecer esse tipo de remédio no serviço público de saúde.

Levante sua voz

Intervozes - Levante sua voz de Pedro Ekman em Vimeo.

Vídeo produzido pelo Intervozes Coletivo Brasil de Comunicação Social com o apoio da Fundação Friedrich Ebert Stiftung remonta o curta ILHA DAS FLORES de Jorge Furtado com a temática do direito à comunicação. A obra faz um retrato da concentração dos meios de comunicação existente no Brasil.

Roteiro, direção e edição: Pedro Ekman
Produção executiva e produção de elenco: Daniele Ricieri
Direção de Fotografia e câmera: Thomas Miguez
Direção de Arte: Anna Luiza Marques
Produção de Locação: Diogo Moyses
Produção de Arte: Bia Barbosa
Pesquisa de imagens: Miriam Duenhas
Pesquisa de vídeos: Natália Rodrigues
Animações: Pedro Ekman
Voz: José Rubens Chachá

CC - Alguns direitos reservados
Você pode copiar, distribuir, exibir e executar a obra livremente com finalidades não comerciais.
Você pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta.
Você deve dar crédito ao autor original.

Suspensa cassação de Kassab e vereadores paulistanos

Kassab Cassação

Eduardo Paes dá choque em cariocas



Dica do Carlos

Concordo inteiramente

DF - Arruda
O povo do Distrito Federal já demonstrou sua vontade inequívoca elegendo várias vezes Roriz, Arruda, Argello e similares. É um direito inalienável do ser humano ser imbecil e votar em bandidos.

Se for para cassar alguma coisa que seja o título de eleitor dessa cambada.

P.S.: Antes que os manés de sempre comecem a falar besteiras a meu respeito lembrem-se que eu sou do estado que elegeu Alckmin para presidente nos dois turnos, José Serra para governador direto no primeiro e deu MILHÕES de votos para levar Enéas, Clodovil e Maluf para a Câmara Federal.

Como previsto

Serra Kassab Cassação
O "julgamento FINAL do processo" deve acontecer, no máximo, até fim do século ou a morte do acusado. O que acontecer primeiro.

Charlatanismo cresce com crise econômica

Burrice
Polêmica, parapsicologia atrai milhões de pessoas a Paris
da France Presse, em Paris

Cartas de tarô, bolas de cristal, pêndulos, astrólogos, médiuns e videntes: uma feira em Paris levanta um véu sobre o mundo misterioso da parapsicologia, que atrai milhões de pessoas em tempos de crise.

Um em cada seis franceses consulta anualmente um vidente, médium ou astrólogo, passando pela leitura de cartas, da mão e de borra de café, segundo os organizadores desta Feira do Corpo e do Espírito, celebrada na capital francesa há 24 anos.

Num pequeno espaço, atrás de uma espessa cortina de veludo, Didier Beltran conta que desde pequeno tem o dom de ver o futuro, o que o assustava muito.

"Ouvia coisas, via imagens, como num filme, ao olhar as pessoas. Via instantes de seu futuro, sentia como elas eram", conta. "Às vezes tinha medo, porque podia saber coisas tristes que iam acontecer." Até que decidiu pôr o dom a serviço das pessoas, diz.

"Um verdadeiro vidente é um artista. Assim como há pessoas que nascem com ouvido para a música e outros com o dom para a pintura, a matemática, há gente que tem o poder especial de ver o futuro", afirma Cécile Laligan, assessora de imprensa da feira.

Neste final de semana havia muitas mulheres e suas perguntas giravam, em maioria, em torno do mundo sentimental e familiar.

No entanto, cerca de 40% dos participantes são homens. Entre eles, há diretores de empresa e estudantes, passando por jovens desempregados, precisou Laligan.

"Os homens trazem outras preocupações, sobretudo trabalhistas, profissionais", confirma outro expert nas artes da adivinhação, Monsieur Olivier, que cobra entre US$ 80 a US$ 100 por uma hora de consulta.

"Acabo de atender um chefe de empresa", disse Olivier, explicando que, com a crise, aumentou bastante o número de consultas.

Ramón Salas reconhece que neste meio --onde não se exigem diplomas nem formação-- existem muitos charlatães (quem diria!), mas "tentamos reduzir sua presença ao mínimo", comenta.

Piada do dia

Feita pelo criminoso de guerra americano Stanley McChrystal, preposto de Barack Obama no genocídio do povo afegão:
- Tenho deixado claro para as nossas forças que estamos aqui para proteger o povo afegão. Matar ou ferir por descuido civis mina sua confiança e a segurança em nossa missão - disse o general americano Stanley McChrystal, comandante das forças estrangeiras no Afeganistão, um um comunicado da Isaf.
Americanos defendendo o Afeganistão
Note-se que os criminosos e a mídia somente chamam de vítimas os "civis" desarmados e sem nenhum tipo de relação com a resistência aos invasores. Os civis que reagem aos massacres são "terroristas" e não entram na conta.

Ataque da Otan (?) mata 21 civis no Afeganistão
Reuters
KANDAHAR - Um ataque aéreo da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no sul do Afeganistão matou ao menos 21 civis, que foram confundidos com rebeldes, informou nesta segunda-feira o governo afegão.

A Força Internacional de Assistência para a Segurança (Isaf, na sigla em inglês) liderada pela Otan indicou em um comunicado que tinham morrido civis quando se aproximaram a uma unidade de efetivos afegãos e da Otan na província de Uruzgan, mas não disse quantos.

As vítimas civis tem sido uma grave crise de atrito entre o governo e as forças de segurança estrangeiras no Afeganistão, que têm lançado grandes ofensivas nos últimos oito meses para tentar eliminar uma crescente insurgência liderada pelos talibãs.

- Tenho deixado claro para as nossas forças que estamos aqui para proteger o povo afegão. Matar ou ferir por descuido civis mina sua confiança e a segurança em nossa missão - disse o general americano Stanley McChrystal, comandante das forças estrangeiras no Afeganistão, um um comunicado da Isaf.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Ronaldo Caiado chama juiz Aloísio Silveira de criminoso e irresponsável

Ronaldo Caiado DEM
DEM critica cassação de Kassab
da Agência Brasil

O DEM criticou a decisão do juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloísio Silveira, de cassar o mandato do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, por suposto recebimento de doações ilegais na campanha de 2008. A decisão deve ser publicada no "Diário Oficial" de terça-feira, e a cassação do prefeito vale oficialmente após esse ato formal.

Para o partido, a decisão é "incoerente", "eleitoral", "irresponsável" e "criminosa". Mesmo assim, de acordo com o líder da legenda no Senado, José Agripino Maia (DEM-RN), o DEM está tranquilo e confia na Justiça. Ele preferiu não politizar a decisão, porém ressaltou que as "as decisões judiciais tem que ser coerentes".

O deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO), por outro lado, considera a decisão "100% eleitoral, irresponsável e criminosa". Segundo ele, a cassação visa a criar desconforto e instabilidade ao partido e "sem dúvida" atingir a eventual candidatura à Presidência do governador José Serra (PSDB-SP), principal aliado político de Kassab.

Caiado avalia que se a decisão for levada adiante mostrará que a Justiça Eleitoral "tem dois pesos e duas medidas". Isso porque, segundo o partido, há jurisprudência que permite a doação de empresas que são sócias de concessionárias de serviços públicos sob gestão dos cargos em disputa eleitoral.

Em nota, a defesa do prefeito afirma que causa "perplexidade e insegurança jurídica" que assuntos e temas já decididos há tantos anos pela Justiça sejam reabertos e reinterpretados sem nenhuma base legal e contrariando jurisprudência do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) e do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Discurso de Lula no Congresso do PT

UOL informa

Kassab CassadoNão fosse o UOL e eu pensaria que quem iria recorrer da cassação do Kassab seria o juiz da 1ª zona eleitoral de SP Aloísio Sérgio Resende Silveira, responsável pela decisão.

Ou quem sabe a Marta Suplicy poderia achar injusto condenar alguém porque faz tempo que o crime foi cometido, como alega o DEM:

"Causa perplexidade e insegurança jurídica que assuntos e temas já decididos há tantos anos pela Justiça sejam reabertos e reinterpretados sem nenhuma base legal e contrariando jurisprudência do TRE e do TSE, afirma o partido (DEM) em nota.

Isso deve ser o jeito do DEM provar a Teoria Geral da Relatividade, de Einstein, porque UM ANO E MEIO não é tantos anos assim, não é?

De ilusão também se vive...

...e mentindo se ganha muito dinheiro.

Fosse jornalismo uma atividade séria e seus praticantes teriam que esclarecer o sentido de suas frases e palavras. No caso "percepção popular" e a percepção de quem, já que ele mesmo diz mais abaixo que 3/4 da população não pensou no assunto eleições presidenciais ainda?

Longe de mim combater a Liberdade de Expressão e querer proibir as pessoas de mentir, mas o fato do ex-deputado, senador, secretário de estado, ministro do planejamento, ministro da saúde, prefeito de São Paulo, candidato a presidente da república e atual governador de São Paulo cair consistentemente em todas as pesquisas realizadas por vários institutos por mais de um ano não significa alguma coisa? O fato do ultra-conhecido candidato não ganhar um voto e perder muitos pesquisa após pesquisa não indica uma tendência, no mínimo um teto eleitoral?

O fato do nome indicado espontaneamente pela população como seu candidato ser Lula, por ampla margem, não indica a tendência dessas pessoas votarem na candidata apoiada por Lula? É fato conhecido até do mundo vegetal que a pesquisa "espontânea", quando as pessoas são perguntadas em quem pretendem votar sem receber uma lista dos verdadeiros candidatos, é uma amostra muito mais representativa da intenção de voto faltando tanto tempo para a eleição, ainda mais com uma Copa do Mundo no meio.

Lula e Dilma somados têm o triplo da intenção de voto de Serra. Somente um terço dos que declaram votar em Lula declaram depois que, entre Dilma e Serra, votarão em Dilma. Isso mostra um potencial imenso de crescimento para Dilma e pouco, muito pouco, quase nada para Serra. Se a diferença fosse hoje estrondosa não seria tão importante, mas a diferença medida hoje é de 10 a 15 pontos. Só o apoio público e claro de Ciro Gomes a Dilma já acabariam com a pretensa vantagem de Serra.

Claro que é possível que nada disso aconteça, que o ultra-conhecido Serra comece a ganhar votos e Dilma pare de conquistá-los. É possível que o eleitorado não identifique Dilma com Lula mesmo depois de Lula passar agosto e setembro dizendo isso em rede nacional de rádio e TV. É possível que um meteoro atinja a Terra e destrua 90% das formas de vida ou até o planeta inteiro, mas a tarefa de jornalistas é analisar os fatos acontecidos e os previsíveis, com maior ou menor grau de especulação, mas baseada em fatos não em desejos.

Dizer hoje o que diz o moço abaixo é mentira. A "percepção popular" é que o Dunga não vai convocar o Ronaldinho Gaúcho, mas ainda assim o Brasil deve ganhar a Copa.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

"Justiça" eleitoral "cassa" mandato de Kassab

Se existe algo no Brasil que pode ser extinto imediatamente sem ser substituído por nada é a "justiça" eleitoral. Quem conhece o caso Miguel Haddad (PSDB de Jundiaí) sabe do que falo. O sujeito foi "cassado" SEIS VEZES por motivos claríssimos e com provas inegáveis e continua lá na prefeitura cuidando dos bens públicos. Talvez dez anos depois de cumprir integralmente o mandato que NÃO tem seja "condenado" a pagar duas cestas básicas e um Big Mac para alguém.

Justiça eleitoral cassa mandato de Kassab
da Ditabranda Online

A Justiça Eleitoral condenou o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), à perda do mandato pelo suposto(?) recebimento de doações ilegais na campanha de 2008. A decisão deve ser publicada no "Diário Oficial" na próxima terça-feira.

Em nota, a defesa do prefeito diz que as contas "foram analisadas e aprovadas sem ressalvas pela Justiça Eleitoral" e que a tese da sentença já foi vencida no TSE. Os advogados vão recorrer.

Comemoração

Comemorando a centésima vez que esse blog é removido pelo Google ouviremos "How Many More Times" com o Led Zeppelin.

Caso alguém não tenha notado a ironia, isso significa "Quantas vezes Mais?".

Esquerdopata removido
Real Time Web Analytics